Financiamento aprovado e depois negado: o que fazer?

Bem Vindo ao Blog da Gráfico

Financiamento aprovado e depois negado: o que fazer?

Publicado em 20 de maio de 2024

Financiamento aprovado e depois negado: o que fazer?

Os brasileiros que optam pela compra de um imóvel por meio de um financiamento e, após todo o procedimento, têm o processo negado tentam entender por que isso acontece e quais são os riscos.

O financiamento aprovado e depois negado infelizmente acontece, mesmo que seja um risco desconhecido para a maioria. 

Confira este artigo e entenda o que acontece quando o financiamento não é aprovado e como ter acesso a esse crédito. Ao final, a Gráfico mostra quais são os passos necessários para garantir seu tão sonhado imóvel.

O que acontece quando o financiamento não é aprovado?

Os bancos realizam análises aprofundadas antes de liberar o financiamento imobiliário, uma das linhas mais utilizadas pelos compradores de um imóvel considerando suas condições financeiras.

Contudo, esse pedido pode ser negado devido à varredura feita pela instituição bancária, o que pode acarretar a análise de crédito recusado após checar os dados do cliente.

O que pode dar errado em um financiamento?

Após a análise feita pela construtora/incorporadora/imobiliária, é possível que seu CPF esteja negativado no Serasa ou mesmo que você precise solucionar algum outro tipo de obstáculo.

Confira a seguir o que mais pode impedir a liberação para realizar seu sonho para depois prosseguir de alguma maneira.

Renda incompatível

Uma das principais razões é a renda insuficiente/incompatível por parte do cliente/comprador.

A entrada e as parcelas do financiamento precisam de uma comprovação da capacidade financeira, além disso, as parcelas não podem comprometer mais de 30% da renda mensal total.

Uma solução possível para esse problema é complementar a renda faltante adicionando o CPF de outra pessoa para alcançar o valor necessário.

Score baixo

O histórico de score baixo também pode ser avaliado e ponderado na recusa do pedido de financiamento, já que o score avalia a qualidade do comprador no mercado. 

Ou seja, a baixa pontuação de score mostra que a pessoa tem um histórico de crédito menos favorável, de acordo com o Serasa. Esse valor pode variar de 0 a 1.000 pontos, e estar mais próximo de 0 diminui as chances de a instituição liberar o acesso ao crédito.

Problemas com a Receita Federal

O financiamento aprovado e depois negado acontece justamente por problemas com a Receita Federal. Caso você tenha alguma questão pendente com a Receita Federal ou o INSS, é preciso solucioná-la antes de buscar o financiamento imobiliário. Isso porque os bancos analisam toda a sua documentação.

Logo, caso suas obrigações fiscais não estejam em dia, por motivos de débito nos pagamentos de tributos ou até mesmo no INSS, é preciso verificá-las para evitar qualquer imprevisto.

Inadimplência

O registro no cadastro de inadimplentes ou nome negativado (popularmente conhecido como nome sujo), como já mencionado, também é um problema para quem busca esse tipo de financiamento por estar com débitos abertos no mercado.

Aliás, uma das principais causas de recusa do financiamento é ter seus dados cadastrados nos órgãos de proteção ao crédito.

Participação em outro financiamento

Um novo financiamento considerando o compromisso com parcelas consideráveis de sua renda para adquirir um imóvel é uma questão que dificulta a aprovação de um novo pedido.

Ou seja, é bem difícil que uma pessoa obtenha a aprovação de manter duas modalidades ativas simultaneamente.

Como evitar que o pedido seja reprovado pelas instituições?

  • Faça um bom planejamento financeiro;
  • Reveja seus hábitos de consumo;
  • Mantenha as finanças em dia;
  • Acompanhe a movimentação de suas contas;
  • Evite ter dívidas em aberto e pagamentos em atraso;
  • Corte gastos supérfluos;
  • Tenha como comprovar sua renda;
  • Monte uma reserva de emergência para escapar de imprevistos;
  • Mantenha um bom histórico de crédito e nome limpo.

E agora, como prosseguir com os planos da casa própria?

Um financiamento que foi aprovado e depois negado é uma grande frustração, mas antes de desistir do sonho da casa própria é preciso entender seu caso. 

A seguir, entenda o passo a passo com as possibilidades para prosseguir com os planos de comprar seu imóvel. 

Incremente o orçamento

Uma condição mais fácil de resolver é fazer a composição da renda familiar compondo o montante para resolver o obstáculo da renda insuficiente.

O acesso ao crédito necessário para adquirir um imóvel é facilitado ao acrescentar ganhos de um parente ou cônjuge para incrementar esse orçamento. Assim, realizar uma nova solicitação nessas condições pode se resolver apresentando uma nova fonte de renda.

Procure deixar o nome limpo negociando dívidas

Pessoas com o nome sujo costumam ter mais dificuldade para conseguir um financiamento, pois já devem valores para alguma outra instituição e, por isso, a exigência aumenta por parte dos bancos.

Logo, seu perfil com o nome sujo é um grande risco ao banco, que tende a não liberar empréstimos de grandes valores como o financiamento e qualquer outro auxílio financeiro.

Solicite o financiamento novamente

Após ter o financiamento aprovado e depois negado, tente novamente procurando uma instituição bancária em que você já tenha conta, ou seja, já tenha algum relacionamento para fazer uma proposta.

Em quanto tempo posso tentar um novo financiamento?

É possível também tentar novamente entrando em contato com a mesma instituição bancária sem precisar esperar um período determinado. Contudo, solucione os pontos mencionados anteriormente para aumentar suas chances de aprovação dessa vez.

Logo, não existem restrições para tentar um novo financiamento nem tempo de espera. Apenas evite outra reprovação, solucione suas pendências após saber os motivos que ocasionaram a reprovação do crédito. 

Caso precise de um prazo mínimo, a Serasa orienta os consumidores a esperar intervalos a partir de três meses.

Alternativas caso o financiamento seja aprovado e depois negado

Um financiamento negado é algo que ninguém quer, mas conseguir crédito de outras instituições pode se apresentar como o seu próximo passo.

Por isso, se o seu financiamento não foi aprovado, veja formas mais comuns de adquirir um imóvel procurando especialistas e seguindo as dicas abaixo para aumentar suas chances de aprovação:

Busque outras instituições financeiras

Procurar outro banco caso o financiamento não tenha sido aprovado em uma instituição financeira pode ser uma solução para que outro banco aceite financiar o valor do imóvel.

Essa é uma opção, porque cada instituição tem critérios e parâmetros diferentes e pode aceitar o financiamento, oferecendo o crédito a você. 

Portanto, suas chances podem ser maiores solicitando a outro banco.

Procure outro imóvel

Procurar imóveis mais baratos pode ser a escolha ideal se o seu financiamento foi negado por causa de sua renda. Logo, verifique seu orçamento e procure opções de apartamentos mais baratos. Ou seja, pesquise no mercado imobiliário e adéque o seu orçamento ao imóvel desejado, facilitando a aprovação futura.

Confira outras opções de crédito

Seu financiamento pode ser feito utilizando o FGTS como entrada do imóvel ou você pode optar por consórcios ou empréstimos pessoais para escapar do financiamento na compra de um imóvel.

Mesmo com juros mais altos, pesquise se essas outras opções são viáveis, faça simulações e analise as demais condições diferenciadas contando com aliados nessa missão para que você chegue ao próximo passo.

Realize o sonho da casa própria com a Gráfico

Fale conosco e tire seus planos do papel. Esperamos que suas dúvidas tenham sido sanadas para realizar o seu sonho na compra de seu apartamento. 

Um imóvel próprio pode ser uma realidade com a Gráfico, então entre em contato conosco agora mesmo para falar com nossa equipe e descobrir como podemos ajudar você.

Confira outros títulos no nosso blog: